Criatividade e rotina: como conciliar?

A rotina infantil é repleta de imaginação, criação e invenções. As crianças possuem naturalmente uma facilidade para viver uma rotina criativa, mas isso não significa que nós (adultos) não precisamos estimulá-los. A criatividade pode ser vivida e experimentada o tempo inteiro, nós só precisamos encontrar maneiras de oferecer estímulos e um ambiente propício para que isso aconteça. 

 “A criatividade é a inteligência se divertindo.”

Albert Eistein

Quando falamos em criatividade ou rotina criativa, podemos cometer o erro de pensar que para sermos criativos precisamos fazer algo totalmente novo, incrivelmente inesperado e que ninguém tenha feito antes. E por isso é tão importante levarmos o tema para dentro de casa, afinal, a criatividade pode ser vivida de maneira simples e acessível.

“Sempre recomendo que as pessoas pensem sobre algo que precisa ser resolvido como um labirinto. Há uma entrada para ele, mas muitos caminhos diferentes para a solução. Somente as pessoas que estão dispostas a ‘brincar’ e arriscar bater em um beco sem saída, em vez de tomar o caminho direto e seguro, provavelmente chegarão a uma verdadeira solução criativa”, defende a professora de Psicologia e pesquisadora de Criatividade Beth Hennessey, da Wellesley College, em Massachusetts (EUA).

Levando em consideração a ideia de que a criatividade é uma maneira de resolver problemas, como podemos aplicar este conceito na vida das crianças? 

Para uma criança, tudo pode se tornar um desafio!

A ideia de utilizar criatividade como forma de resolução de problemas pode ser aplicada também como uma maneira de enfrentar um desafio. Para uma criança tudo pode ser desafiador, sendo assim, qualquer atividade pode ser uma oportunidade para estimular a criatividade: 

Uma maneira diferente de arrumar a cama ao acordar.

Uma música que pode ser cantada em outro ritmo.

Uma solução diferente para organizar os brinquedos no quarto.

Uma nova preparação da sua refeição preferida com os pais.

Viu só? Qualquer atividade pode se transformar em um desafio que estimula a criatividade, pense na rotina da criança e encontre maneiras diferentes de desafiar os pequenos. Por isso, é importante que possamos entender o impacto que uma vida criativa pode proporcionar às crianças. Não se trata apenas de imaginação ou diversão, a criatividade está diretamente ligada a maneira que nos relacionamos na vida adulta e enfrentamos os desafios na escola, no trabalho e por aí vai.

De acordo com um estudo realizado pela Fundação Botín, da Espanha, uma educação repleta de criatividade na infância pode aumentar em 17,6% as chances de uma criança ingressar no ensino superior e conseguir um bom emprego.

Não se apegue às fórmulas prontas!

Vale lembrar que nenhuma criança possui manual de instruções, cada uma irá se desenvolver de maneira individual, com a sua personalidade e nós temos que fazer o exercício de respeitar este espaço para deixá-la experimentar e crescer, a seu modo. O melhor que podemos fazer é oferecer a segurança e um ambiente favorável para a experimentação e imaginação. 

Como incentivar um ambiente favorável para a criatividade? 

Estimule a independência e autonomia da criança. 

Pergunte! “O que você está sentindo?”, “O que você está pensando?”, converse sobre os sentimentos.

Demonstre respeito, não faça com que as brincadeiras das crianças se tornem motivo de piada. 

Faça a criança pensar sobre o que ela gosta. “Que tipo de música você mais gosta?”, “Qual comida você mais gostou de comer hoje?

Para ter uma rotina criativa não precisamos de brinquedos caros ou ferramentas incríveis. O combustível mais valioso está em cada um de nós: o poder de imaginar e transformar algo relativamente simples em outra coisa. A criatividade deve fazer parte da vida de cada um, por isso, aproveite cada oportunidade para deixar a rotina das crianças ainda mais cheia de diversão, imaginação e criatividade!

Fontes: 
Portal Aprendiz | UOL
Revista Crescer | Globo

One thought on “Criatividade e rotina: como conciliar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *