O tédio X criatividade infantil

Como os momentos de tédio podem ser eficazes para o desenvolvimento da criatividade nas crianças? 

De acordo com o Dr. Sandi Mann, psicóloga da University of Central Lancashire na Grã-Bretanha, quando ficamos entediados o cérebro sai do consciente e entra no subconsciente, absorvendo e refletindo sobre situações conhecidas. 

Em 2013, a Dra. Mann publicou os resultados de um estudo sobre o tédio. No estudo, ela pediu para que os participantes imaginassem formas inventivas de utilizar dois copos de espuma. A Dra. descobriu dessa forma que as pessoas que tinham acabado de passar um tempo realizando tarefas entediantes tinham ideias mais originais do que os seus colegas que não haviam passado por essa experiência.

A pesquisa concluiu que quando estamos vivendo uma situação tediosa, a nossa mente começa a procurar estímulo em suas mentes subconscientes. Sem dúvida, no subconsciente se produz um pensamento inovador.

Nós, adultos, temos a ideia padrão de que a criança precisa estar sempre ocupada. Seja na escola, na aula de música, nos esportes, precisamos preencher o tempo das crianças para que elas tenham um bom desenvolvimento, certo? É claro que ter uma rotina e atividades diversas é importante para o desenvolvimento, mas os momentos tediosos são altamente eficazes para que as crianças sejam capazes de ocupar o tempo à sua própria maneira.

Clique aqui e confira 04 dicas para ter uma rotina criativa com as crianças!

Neste momento em que muitas crianças ainda não retomaram a rotina presencial, é natural que ela se sinta com tédio por grande parte do dia. Afinal, estar em casa é muito difícil para uma criança que está acostumada a ver os coleguinhas, brincar em diversos espaços e ter uma vida mais ativa. 

Por isso é importante estarmos atentos para estimulá-los a transformar o tédio em energia para criar. Você pode dar dicas e sugerir caminhos para que a criança crie a partir deste início. Veja alguns exemplos para instigar a criatividade nos momentos livres: 

“E se a gente fizesse algo com as massinhas de modelar?” 

“O que poderíamos fazer com essas tampinhas de garrafa pet?” 

“O que acha de testarmos umas colagens? Eu posso te ajudar!” 

Muitas vezes as crianças não encontram estímulos para começar algo novo, mas você pode sugerir, apresentar novos materiais e deixar ela escolher o que fazer. Elas precisam desse tempo para identificar oportunidades, assimilar seus pensamentos, conhecer os seus próprios processos de criação e reconhecer o mundo ao seu redor. 

Uma rotina tediosa pode ser uma grande chance de conhecer novas brincadeiras e atividades. Aproveite para criar estímulos ao longo do dia e deixe o espaço livre. Vale lembrar que o estímulo não é uma insistência para que a criança crie e sim um pequeno incentivo, caso você sinta essa necessidade. 

Fonte: 

Pesquisa Dra. Sandi Mann

BBC News “As crianças deveriam ficar entediadas”

Foto por Mika Baumeister no Unsplash.