Que tal iniciar as crianças no mundo da fotografia infantil?

fotografia infantil

Com a facilidade de acesso ao celular pelas crianças hoje em dia, a fotografia infantil é uma possibilidade cada vez mais presente no horizonte das famílias. Guardar momentos, registrar lembranças.. mas que tal a gente fazer algumas atividades para instigar e gerar mais interesse pela fotografia por parte das crianças?

Vamos do princípio: o que é a fotografia?

A origem etimológica de “fotografia” vem do grego e quer dizer “gravar com luz“: “foto” (luz) e “graphein” (escrever, gravar).

criança praticando fotografia infantil
Fotorgrafar é como compor um texto: só que se usa o olhar e a luz ao invés do papel e caneta!

Fotografia é criação, é experimentação, é registro!
E todo momento é um momento para tirar fotos. 

A primeira fotografia propriamente dita foi obra do francês Joseph Niépce (1763-1828), no ano de 1826, mas as  primeiras experiências fotográficas de químicos e alquimistas datam de cerca 350 a.C. A primeira fotografia colorida seria criada alguns anos depois, em 1861, pelo físico escocês James Clerk Maxwell (1831-1879).

Benefícios da fotografia infantil

A fotografia é uma arte que envolve muita criatividade. Ainda, é uma ótima maneira para que as crianças possam se expressar e também é um exercício para estimular o poder de observação das crianças, desde cedo.

É um meio interessante para que a criança possa aprender a se adaptar: usualmente, o fotógrafo é quem se adapta ao ambiente – já que nem sempre há um cenário preparado em estúdio para tirar fotos. Visualizar a melhor maneira de captar uma boa imagem exige calma, observação e experimentação – e diferentes abordagens acabam em diferentes resultados. Isso pode ser benéfico para que os pequenos aprendam que, ainda que num mesmo ambiente, podem alternar pontos de vista para propostas muito diferentes de outras.

Como facilitar a fotografia infantil?

Que tal começar fazendo uma experiência? Bora fazer uma câmara escura numa caixa de sapato? Vamos deixar um vídeo do Museu de Arte Sacra de São Paulo que explica direitinho como fazer. 😀

Mas, se você preferir, pode começar com o celular mesmo – caso não haja acesso a alguma câmera – digital ou analógica. Segue aqui algumas umas dicas para começar, na prática, a inserir as crianças no mundo da fotografia:

📷

Primeiro, podemos explicar alguns recursos simples, como zoom, foco e flash.

🖼️

Mostre como fazer um bom enquadramento, centralizando um objeto, por exemplo, e também mostrando o que é a linha do horizonte.

🔦

Trabalhar luz e sombra: testar e mostrar os mesmos detalhes com iluminações diferentes.

🎞️

Deixe eles brincarem! As primeiras fotos vão sair ruins, provavelmente, mas com o tempo dá pra ir mostrando a evolução e eles entenderem o que pode ser diferente.

🐕

Utilize temas! Vá em um passeio e foque em um tema: pessoas, paisagens, objetos.. cada resultado vai ser diferente e pode despertar o gosto por algum tipo de foto específico na criança.

🖨️

Imprima as fotos! Ver as fotos no papel é uma maneira de que as crianças possam recontar aquele momento, ou explicar o que estavam querendo fazer/mostrar naquela hora. E por que não, depois de imprimir, recortar as fotos e mesclar com colagens, com desenhos, e aproveitar as fotografias para expandir o momento artístico?

👨‍🎨

E MAIS: que tal utilizar as cartas do Imagine-me para criar desenhos que podem estar inseridos dentro das fotos que a criança tirou? 

Aproveite esses momentos de ‘aulas fotográficas’ para passar mais tempo com as crianças e fazer parte da experiência! Estar presente é ótimo para qualquer atividade – aprender e explorar junto com eles ajuda a se sentirem seguros e confiantes.

Boas fotos!
EQUIPE IMAGINE-ME

Fontes:

https://www.tuiuti.edu.br/blog-tuiuti/diga-x-uma-breve-historia-da-fotografia
https://www.fotografia-dg.com/interesse-criancas-por-fotografia/
https://labedu.org.br/dicas-de-fotografia-para-criancas/
https://www.todamateria.com.br/historia-da-fotografia/
https://soumamae.com.br/beneficios-dos-cursos-de-fotografia-para-criancas/

Gostou do texto? Então você precisa conhecer estes recursos criativos!