Plantas e jardinagem: uma ótima maneira de estimular a criatividade!

O contato com as plantas e com a natureza pode ser uma ótima alternativa a brinquedos educativos convencionais no estímulo da criatividade e no desenvolvimento infantil. Você pode experimentar uma maneira lúdica e divertida de brincar e aprender sobre os tipos de plantas, flores, sementes e ainda compartilhar um momento super divertido! 

Dependendo da idade das crianças, elas já possuem algumas informações sobre o meio ambiente, ecossistema e por aí vai, mas isso não significa que você deve deixar de explorar este momento em família.

A intenção não é ser uma aula sobre jardinagem e sim a experiência em colocar as mãos na terra e fazer uma brincadeira diferente e ainda por cima educativa...além de claro, acompanhar o desenvolvimento da plantinha, essa é a melhor parte!

4 maneiras de brincar e aprender com as plantas

Uma nova “casa” para as plantas

Vamos fazer uma reforma para as plantas da casa?

Convide as crianças para pintarem os vasos das plantas, assim as plantinhas ficarão com um visual completamente novo e as crianças podem aprender sobre como funciona o replante ou “transplante”.

Rotina e cuidado

Ensinar as crianças a cuidar das plantas é uma ótima forma de inserir uma atividade diferente na rotina.

Qual é a quantidade de água que cada plantinha precisa? Você pode deixar uma plantinha, por exemplo, na responsabilidade da criança, para que ela comece a se sentir confiante e responsável, além de acompanhar o desenvolvimento da plantinha com os seus cuidados.

Vamos recolher algumas folhas? 

Se as folhas caíram por aí, aproveite para recolher e fazer alguns desenhos!

Elas podem ser a fonte ideal de estímulo para criar novas figuras e personagens incríveis. Veja algumas referências e compartilhe a ideia com as crianças: 

Vamos começar do zero? 

O que acha de presentear as crianças com algumas sementinhas para que elas façam o plantio e acompanhem todo o crescimento da planta?

Algumas alternativas de fácil cuidado são: temperos como o manjericão e ervas como hortelã. Assim, as crianças podem acompanhar todo o processo e desenvolverem também o senso de responsabilidade ao cuidar das plantinhas.

Leia também:
Criatividade e diversão na hora de estimular o raciocínio lógico!

O contato com a natureza pode partir de simples ideias. Por isso, se você não possui plantinhas ou um jardim, não se preocupe: vimos que algumas folhas já dão conta do recado de uma forma super divertida!

A intenção é oportunizar um momento de desenvolvimento para as crianças ao propiciar uma brincadeira diferente, relaxante, e ainda muito educativa! 

Aproveite a dica para se divertir! Não se apegue aos detalhes e à perfeição na hora de plantar ou transplantar, lembre-se que a intenção é curtir o momento e ensinar as crianças!

Ótimos aprendizados para você!
EQUIPE IMAGINE-ME

5 Truques criativos, para pintar e desenhar com as crianças!

Oba, é hora de desenhar! 

Se você quiser proporcionar um momento criativo, divertido e de forma simples e econômica, nada melhor que uma tarde para desenhar e pintar com as crianças. Desenhos, rabiscos e pinturas são ótimas atividades para estimular a imaginação e a criatividade. Lápis, papel, giz de cera, tinta guache, massinha de modelar, pegue os materiais que tiver em casa e aproveite para deixar a imaginação tomar conta.

Para deixar a brincadeira ainda melhor, existem algumas técnicas e dicas que podem transformar um simples desenho em uma atividade muito mais criativa e diferente, sem dúvidas as crianças vão adorar!

Confira, agora, truques criativos para desenhar e pintar com as crianças!

Forminhas de confeiteiro

Já pensou em usar forminhas de confeitar para deixar os desenhos das crianças ainda mais legais?

Você pode utilizar as bordas das forminhas, com um pouco de tinta e aplicar como se fossem carimbos. Não tem forminha em casa? Pode testar algum outro tipo de material, mas com o mesmo objetivo. O resultado vai ficar bem legal, além de ser muito fácil de ensinar as crianças!

Buquê de cotonetes ou cotonete pincel

Já experimentou fazer um buquê de cotonetes e transformá-lo em um pincel?

É outra dica fácil e que proporciona um resultado muito divertido, basta você reunir cerca de 6 cotonetes e amarrá-los bem juntinhos, com um elástico ou barbante. Em seguida, você pode utilizar as pontas dos cotonetes, como pincel. Molhá-la na tinta e em seguida, carimbar nos seus desenhos. Fazer o carimbo com o cotonete individual, também funciona. Fica muito legal!

Leia também
Brincadeiras que não precisam de material e estimulam a criatividade!

Haja fôlego!

Coloque uma boa quantidade de tinta em cima das folhas e então, dê um canudo para cada criança. Elas podem se divertir por um bom tempo, assoprando a tinta, através dos canudos. Com a pontinha do canudo, direcionada para a tinta, ao assoprar a tinta se movimenta pelo papel e assim irá formar um desenho super diferente!

Utensílios de cozinha

Experimente transformar o garfo e a colher em pincéis, quem sabe alguns potes como forminhas para fazer círculos ou retângulos?

Assim as crianças podem abusar da criatividade e descobrir novas formas de criar figuras ainda mais diferentes e criativas. Aproveite para convidar as crianças para explorarem os formatos dos objetos, descobrindo novas oportunidades.

Desenhos a partir de um formato

Faça um desenho inicial, para que a criança crie a partir disso. Por exemplo: faça diversos círculos, diferentes e sem muitos detalhes. Entregue para a criança e deixe que ela imagine o que poderia criar a partir do que você fez. Assim você deixa a imaginação correr solta diante de várias possibilidades!

Além de todos os truques acima, você pode utilizar um dos jogos da Imagine-me para ampliar as possibilidades de criação e imaginação.

Cada oportunidade de utilizar materiais diferentes e maneiras novas de realizar uma atividade cotidiana, é uma forma de se tornar mais criativo e estimular este desenvolvimento nas crianças.

Aproveite e clique aqui para conhecer todos os jogos disponíveis, que são perfeitos para reunir os amigos e a família para se divertirem e colocarem a criatividade em prática!


Excelentes desenhos para você!
EQUIPE IMAGINE-ME

Como escolher a próxima brincadeira com criatividade?

Uma das coisas mais comuns, na hora de brincar, é que as crianças ficam sem ideia do que querem fazer. Isso pode acontecer por inúmeros motivos, principalmente por termos todas as opções, não sabemos por onde começar. Para te ajudar a escolher uma brincadeira com os pequenos, adivinha só… temos uma outra brincadeira! 

Que tal criarmos um estoque de brincadeiras e ideias para passar o tempo? 

Esta é uma atividade que estimula a criatividade das crianças e também é super útil nos finais de semana e férias, quando elas têm tempo para se divertir e as ideias podem acabar. 

Para criar o seu estoque de diversão, você pode seguir os passos abaixo: 


1

Reúna as crianças e façam uma lista de brincadeiras legais, possíveis de serem realizadas em casa. Neste momento, é legal deixar a criança pensar, para que ela veja possibilidades novas em um ambiente que já está acostumada. Assim ela poderá ter ideias diferentes, com os mesmos brinquedos.


2

Com a listinha feita, é hora de montar o pote! Pegue um pote, pode ser de vidro ou tipo um cofrinho.


3

Escreva cada brincadeira em um pedacinho de papel, dobre e deixe lá dentro. 


4

Assim, quando os pequenos estiverem sem ideias, eles poderão recorrer ao pote da diversão!

O Imagine-me ZERO pode ser uma ótima alternativa para o pote da diversão! Com o jogo, você aprende criando: desenvolve personagens fantásticos enquanto exercita sua criatividade e capacidade imaginativa e de expressão.

Clique aqui e confira.

Explore as possibilidades

Você pode usar esta técnica com outros assuntos da casa, como por exemplo o cardápio. Crie um pote com algumas sugestões de lanchinho e deixe a criança sortear para escolher qual será o lanche do dia seguinte, algo neste sentido. Quem sabe criar um pote com os livros e filmes? Para os dias chuvosos, pode ser uma ótima maneira de manter a família entretida.

É uma maneira simples e prática de envolver as crianças nas decisões e também se divertir. Com certeza elas vão gostar de ter a surpresa ao retirar um papelzinho do pote.

É ruim a criança ficar “sem ideias”?
Não, o tédio pode ser um grande estímulo!

De acordo com o Dr. Sandi Mann, psicóloga da University of Central Lancashire na Grã-Bretanha, quando ficamos entediados o cérebro sai do consciente e entra no subconsciente, absorvendo e refletindo sobre situações conhecidas. 

Em 2013, a Dra. Mann publicou os resultados de um estudo sobre o tédio. No estudo, ela pediu para que os participantes imaginassem formas inventivas de utilizar dois copos de espuma. A Dra. descobriu dessa forma que as pessoas que tinham acabado de passar um tempo realizando tarefas entediantes tinham ideias mais originais do que os seus colegas que não haviam passado por essa experiência.

A pesquisa concluiu que quando estamos vivendo uma situação tediosa, a nossa mente começa a procurar estímulo em suas mentes subconscientes. Sem dúvida, no subconsciente se produz um pensamento inovador. 

Você pode ler mais sobre o Tédio X Criatividade, aqui!

Oferecer possibilidades para novas experiências e envolver as crianças no processo, pode ser muito valioso para o desenvolvimento criativo, mas cada criança tem um seu tempo e a sua maneira de fazer. Dê espaço e incentivo para que ela descubra! 

5 brincadeiras para fazer com o que tiver em casa

Mini Guia de atividades caseiras

Ao contrário do que possa dizer o senso comum, a criatividade se expande ainda mais quando encontra restrições! E, por falar em criatividade aplicada a brincadeiras, quem, afinal, nunca se divertiu improvisando bonecos de sucata ou bolas de futebol com papel amassado e fita adesiva (ou pés de meia)?

Pensando nisso, preparamos 5 dicas de jogos e brincadeiras que você pode fazer em casa, com materiais comuns e fáceis de manusear. Por exemplo: o que fazer com os tubos centrais dos rolos de papel higiênico? Em vez de ir direto para o lixo, é um material que pode ser visto de várias outras formas e proporcionar muitas experiências lúdicas e educativas. Da mesma forma com tampinhas, prendedores de roupa ou, até mesmo, o que sobrar daqueles legumes ou frutas do almoço ou da janta.

Então, prepare-se para olhar a sua casa com outros olhos, ampliar as possibilidades de brincadeira e botar as mãos na massa. Boa diversão!

Tampesca

Tá nervoso? Vamos pescar! É uma brincadeira lúdica e que envolve muita motricidade fina (e eventual molhaceira! Hehehe… :D)

Do que vamos precisar

  • 1 bacia
  • 3 a 10 tampinhas plásticas
  • Arames (podem ser daqueles de saco de pão!)
  • Lápis ou canetas
  • Água
  • Barbante ou fio
  • Cola (ou fita adesiva)

Como fazer

  1. Primeiro, vamos montar a “vara de pescar”. Para isso, amarre o barbante ou fio em uma das pontas do lápis ou da caneta. Na outra ponta da linha, amarre um arame  aberto e conformado na forma de um gancho ou “anzol”.
  2. Agora é hora de montar nossos peixes ou “tampeixinhos”. Para isso, assim como para os “anzóis”, vamos deformar alguns clipes de papel, deixando-os em um formato de argola. Depois, grude-os no fundo das tampinhas com cola ou fita adesiva.
  3. Por último, encha o balde ou bacia com água, posicione os “tampeixinhos” na água e se divirta na pescaria!

Bônus de criatividade: Você pode também colocar coisas diversas na parte de baixo das tampinhas, servindo como um brinde para cada “tampeixinho” pescado. Pode ser um grão de feijão ou uma moeda, entre outras coisas.


Sucatrem

Vamos botar a sucata para andar? Podemos usar materiais que seriam descartados – como rolos de papel, fios e tampinhas – para construir uma locomotiva!

Do que vamos precisar

  • Alguns rolos de papel higiênico
  • Tampas de garrafas plásticas
  • Barbante ou fio
  • Cola ou fita adesiva
  • Tesoura

Como fazer

  1. Essa atividade tem etapas bem livres! Você deve simplesmente combinar os rolos, as tampinhas e o barbante para criar estruturas. Você pode, por exemplo, abrir buracos circulares nos rolos para encaixar outros rolos no sentido transversal, ou, ainda, usar o barbante ou palitos de dente como eixo para as tampinhas.
  2. Ah, e outra coisa legal é usar canetinhas e tinta para pintar e decorar o seu sucatrem. Use sua imaginação 😉

Bônus de criatividade: Não precisa ser necessariamente um sucatrem, viu? Você pode construir outras coisas: um sucastelo, um labirinto, um pinball…. são muitas possibilidades! 😀

Para-rolos

Vamos fazer um paraquedas divertido? É uma brincadeira que envolve muita mão na massa, ensina a cuidar da natureza (reconhecendo o valor da reutilização segura de resíduos) e é muito dinâmica quando fica pronta 🙂

Do que vamos precisar

  • 1 rolo de papel higiênico
  • 1 sacola plástica (pode ser de supermercado, mesmo!)
  • Barbante ou fio
  • Tesoura

Como fazer

  1. Pegue o rolo de papel higiênico e, com a tesoura, faça dois furos próximos de uma das extremidades do tubo, um de cada lado.
  2. Corte dois segmentos de barbante, com mais ou menos 15cm de comprimento cada.
  3. Passe cada segmento de barbante em um dos furos do rolo e, em seguida, em uma das alças da sacola plástica. Depois, faça um nó no barbante.
  4. Agora, jogue o para-rolos o mais alto que puder e o veja planar!

Bônus de criatividade: Que tal transformar o rolo em um personagem? Você pode desenhar uma carinha, pintá-lo, vesti-lo e até criar uma história sobre o paraquedista!


Prendonecos

Prendedores de roupa podem servir para muito mais coisas do que só pendurar roupas: eles podem virar peças para construir muitas histórias! Personagens, cenários… aventuras fantásticas! Vamos criar montando?

Do que vamos precisar

  • Prendedores de roupa

Como fazer

  1. Reúna vários prendedores de roupa, de várias cores e materiais (de madeira, plástico… o que você tiver). 😉
  2. Agora é só criar estruturas unindo os prendedores um ao outro. O que conseguimos montar assim?

Bônus de criatividade: E se nós agregarmos outros materiais ou utensílios além de prendedores? Usar palitos de churrasco, palitos de picolé ou potes nessa brincadeira pode ampliar ainda mais as possibilidades, de acordo com

Comirimbos

Podemos usar partes não utilizadas de legumes ou frutas para fazer artes com carimbos 😉

Do que vamos precisar

  • Pedaços não utilizados de legumes ou frutas variados.
  • Tinta à base d’água (como guache).
  • Folhas de papel.

Como fazer

  1. Sabe aquelas “tampas” e restos dos legumes e frutas? Use-os!
  2. Passe essas partes de legumes ou frutas na tinta ou na água.
  3. “Carimbe” a folha e… “voilá”! Você está fazendo arte com carimbos! 😀

Bônus de criatividade: Se usar frutas cítricas, basta deixar a polpa exposta como se fosse usar o espremedor. Se preferir batata, você pode até trabalhar com relevo, “esculpindo” a polpa.


E então, gostou das dicas? Esperamos ter conseguido passar a mensagem de que objetos comuns do cotidiano podem ter um valor lúdico muito amplo – ainda mais quando a família se reúne para pensar, brincar e construir junto. Afinal, brincar em casa, mesmo com o que estiver mais à mão, é ainda uma excelente maneira de estreitar laços com os pequenos, construindo experiências e lembranças incríveis. E tudo isso em um ambiente confortável e seguro.

Com essas dicas, também queremos mostrar que a diversão não acontece só na hora de brincar, mas já começa quando começamos a montar a própria brincadeira. É treinar um olhar diferente para o banal e o comum do dia a dia, transformando o normal em fantástico.

Muita diversão criativa para você!

Guilherme Parolin

Equipe Imagine-me

* Este artigo do Imagine-me foi revisado por Julio Cunha Neto, do Português de Boa.